unidade de referência segurança agrotóxico tecnologia sindievg
Empresas Apoiadoras

Sindiveg - Sindicato nacional da indústria de produtos para defesa vegetal

Formado por 37 empresas do setor de defensivos agrícolas, o SINDIVEG – Sindicato Nacional da Indústria de Produtos para Defesa Vegetal – foi fundado em 1941. A entidade representa suas associadas junto a órgãos de governo e comércio exterior, poderes públicos, entidades de classe, associações rurais e à sociedade civil. Atualmente, o SINDIVEG é membro-líder da campanha nacional contra o comércio ilegal de defensivos agrícolas.

Produzidos em conformidade com a legislação em vigor no Brasil, os defensivos agrícolas são produtos e agentes físicos, químicos ou biológicos usados na agricultura, além de pastagens, florestas, ambientes urbanos, hídricos e industriais. Sua finalidade é a proteção contra a ação de seres vivos considerados nocivos, como pragas, insetos, plantas daninhas, ácaros e fungos.

A indústria de defensivos agrícolas movimentou US$ 9,6 bilhões em 2015 contra US$12,249 bilhões em 2014.

unidade de referência segurança agrotóxico tecnologia andef
Empresas Apoiadoras

ANDEF - Associação nacional de defesa vegetal

Proteger a agricultura brasileira e ajudar a construir um planeta sustentável: esta é a missão da Associação Nacional de Defesa Vegetal (Andef), entidade que representa as indústrias que atuam em pesquisa e desenvolvimento de defensivos agrícolas no país. São empresas que investem fortemente em ciência e inovação e que contribuem para o constante desenvolvimento do agronegócio brasileiro. Os defensivos agrícolas são parte importante de um pacote tecnológico que ajudou a transformar a agricultura brasileira nas últimas décadas. Graças à tecnologia aplicada em nossas lavouras, conseguimos ampliar a produção de alimentos sem expandir a área plantada. Para os próximos anos, o desafio é produzir ainda mais, com tecnologia e sustentabilidade, para alimentar um planeta com 9 bilhões de habitantes.

Nos últimos 40 anos, o Brasil passou de importador a grande produtor mundial de alimentos. Neste mesmo período, as empresas associadas à Andef desenvolveram inúmeros produtos fundamentais para o crescimento do agronegócio brasileiro. E nesses mesmos laboratórios, neste momento, estão sendo pesquisadas as novas tecnologias que, ao proteger as lavouras do ataque de pragas, doenças e ervas daninhas, farão com que o Brasil aumente ainda mais a sua produção nos próximos anos. É importante lembrar que os defensivos agrícolas registrados no Brasil são totalmente seguros – tanto para o agricultor quanto para o consumidor final. Essa garantia é dada pelo Governo Federal, através dos Ministérios da Agricultura, do Meio Ambiente, por meio do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente (Ibama), e da Saúde, através da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que avaliam longamente um novo produto antes de liberar a sua comercialização.